Direitos e Deveres

Acreditamos que para garantir a excelência de nosso atendimento e serviço, deve haver um respeito mútuo entre nós e você, paciente. Por isso, conheça seus direitos e deveres.

Direitos

Nosso paciente tem direito a:

-atendimento digno, atencioso e respeitoso, por parte de todos os profissionais de saúde.

-identificar o profissional por crachá preenchido com o nome e função.

-ser identificado pelo nome completo e data de nascimento, através da pulseira de identificação.

-receber toda e qualquer informação sobre os medicamentos que lhe serão administrados.

-informações claras, simples e compreensivas, sobre as ações diagnósticas e terapêuticas.

-consentir ou recusar procedimentos, diagnósticos ou terapêuticos, a serem realizados. Nos casos de incapacidade de manifestação da sua vontade, o paciente deverá ser representado legalmente.

-ter seu prontuário médico elaborado de forma legível e de consultá-lo, de acordo com as nossas normas. Para garantir que o sigilo e o acesso aos dados referentes aos pacientes, registrados nos prontuários, sejam tratados de acordo com as responsabilidades éticas e legais, somente o paciente, ou seu representante legal (através de ordem judicial), poderá ter acesso ao prontuário.

-receber, na alta hospitalar, seus exames de imagem, desde que os mesmos estejam com laudos do médico radiologista.

-acesso às contas detalhadas referentes às despesas de seu tratamento.

-ter resguardados os seus segredos, através da manutenção do sigilo profissional, desde que o mesmo não acarrete em riscos a terceiros ou à saúde pública.

-receber ou recusar assistência moral, psicológica, social e religiosa.

 

Em qualquer situação, verificado a incapacidade do paciente no entendimento e na manifestação de vontade, será imprescindível a sua representação, junto a

Deveres

Nosso paciente:

-ou seu responsável legal, tem o dever de dar informações precisas, completas e acuradas sobre o seu histórico de saúde; doenças prévias; procedimentos médicos anteriores e outros problemas relacionados à sua saúde.

-deverá seguir as instruções recomendadas pela nossa equipe multiprofissional que o assistirá, sendo responsável pelas consequências de sua recusa.

-tem o dever de respeitar os direitos dos demais clientes, acompanhantes, funcionários e prestadores de serviços da Instituição.

-tem o dever de zelar, e solicitar que os seus visitantes e acompanhantes também o façam, pelas nossas propriedades colocadas à sua disposição para o seu conforto e tratamento.

-tem o dever de atender e respeitar a proibição de fumo nas nossas dependências, extensivo aos seus acompanhantes, conforme a Lei Federal n. 9.294/96.